Os melhores horários para praticar corrida ao ar livre


 

Cada corredor possui suas preferências de horário, já que, sem dúvida alguma, existe uma tendência do nosso corpo a render mais no período em que ele já está acostumado a treinar.

 

Mas, independentemente do ritmo de vida que cada um leva e dos hábitos pessoais, há alguns fatores que devem contribuir para a definição do turno mais adequado ao treino ao ar livre.

 

O principal deles é o clima. Por vivermos em um país tropical, a temperatura e a umidade influem diretamente no seu rendimento. Muito provavelmente, o sol poderá ser um grande inimigo da sua corrida.

 

Outros fatores têm a ver com as condições do nosso próprio organismo ao longo do dia.

 

Leia abaixo algumas vantagens e desvantagens de cada período:

Manhã:
Vantagens:
- Evita que possíveis contratempos e compromissos te impeçam de fazer o treino;
- Condições climáticas mais favoráveis;
- É o horário em que a grande maioria das provas acontecem.
 

Desvantagens:
- A temperatura corporal está mais baixa, o que provoca uma certa rigidez muscular;
- Os níveis energéticos estão mais baixos;
- A função pulmonar está menor.

 

 

Almoço:
Vantagens:
- Melhora significativa da temperatura corporal e da função pulmonar;
- Maiores níveis energéticos, tendo como pressuposto uma alimentação adequada;
- Quebra da rotina, o que alivia o estresse e pode até favorecer seu desempenho e concentração no trabalho.
 

Desvantagens:
- Forte incidência dos raios solares;
- Tendência a não almoçar adequadamente.
 
Tarde/noite (o início da tarde é apontado pela maioria como a melhor hora do dia, pois é quando ocorrem os maiores níveis de performance)
Vantagens:
- Concentração maior dos níveis hormonais;
- Temperatura corporal mais elevada;
- Reservas energéticas maiores;
- Maior capacidade pulmonar (segundo pesquisa do Long Island Jewish Medical Center, em New York, a função pulmonar nesta hora do dia é 6% superior quando comparada a outros períodos)
 

Desvantagens:
- Acúmulo do estresse diário, que pode ser até agravado pela atividade, causando o cancelamento do treino;
- Qualidade do ar pior, em função da grande quantidade de gás carbônico na atmosfera.

 

 

 

por Eduardo Netto, diretor-técnico da rede Bodytech

 

Correndo para o Run Series, Esportes

Publicado em 24 fevereiro, 2015


Como fazer dos exercícios um hábito


 

Dados da pesquisa Vigitel de 2013, feita em parceria do Ministério da Saúde com a USP, apontam que pouco mais da metade da população brasileira tem sobrepeso (50,8%) e que 17,5% já é considerada obesa.

 

Ainda segundo a mesma pesquisa, apenas 33,8% dos brasileiros são considerados fisicamente ativos, ou seja, praticam 150 minutos por semana de atividade física leve ou moderada ou 75 minutos por semana de exercícios mais vigorosos.

 

Mas, se todo mundo teoricamente tem consciência da importância das atividades físicas, o que explica que só um terço dos brasileiros se dedique a elas? A falta de hábito.

 

Incluir uma nova atividade de maneira sistemática na rotina não é nada fácil. Toda criança, vale lembrar, sabe disso.

 

Elas deixam até o último minuto para escovar os dentes ou tomar banho, tarefas que, naquela época da vida, ainda exigem esforço e se assemelham a um verdadeiro sacrifício, mas que, na vida adulta, já são automaticamente incorporadas.

 

O mesmo acontece com a atividade física. Se você é daquelas pessoas que espera acordar com a maior disposição para levar uma vida ativa, infelizmente não tenho boas notícias: esse dia nunca vai chegar.

 

A natureza do homem é sedentária: a evolução humana mostra que, no passado, a preocupação era em conservar energia e não em gastá-la.

 

Por isso que suar a camisa com novos hábitos é tão difícil.

 

E, se o começo for estressante, a desistência pode ser rápida. Mas se essa fase for ultrapassada, chega-se a um ponto em que a atividade física torna-se prazerosa e até indispensável, assim como os hábitos de higiene.

 

Por Eduardo Netto, diretor-técnico Bodytech

Bem Estar, Comportamento, Esportes

Publicado em 11 fevereiro, 2015


Receita de Muffin de maçã fit


 

A receita de hoje é para quem não dispensa uma fruta após as refeições. Mas a notícia é boa: dá pra comer essa receita de muffin sem deixar de ser saudável. Se você gosta de sobremesa de frutas, essa é pra você. Confira:


Bata em uma batedeira ou liquidificador:
3 ovos
1/2 xíc de açúcar demerara, mascavo ou de coco
3 col de sopa de óleo de coco

Depois acrescente:
1 xíc e 1/2 de farinha ou farelo de quinua
Canela à gosto
1/2 xíc de leite de arroz ou de coco
Bata tudo.

Ao final acrescente 1/2 xíc de uva passa, 1 xíc de maçã picadinha, 1/2 xíc de castanha do pará picada e 1 colher de sopa de fermento e mexa com uma espátula.
Unte formas de muffins com o óleo de coco e farinha de quinua, preencha cada uma com a massa até a metade e coloque para assar em forno a 180o por 40 min aproximadamente. Uma delícia!

 

Fernanda Scheer Nutricionista Funcional

http://www.fernandascheer.com.br

Alimentação

Publicado em 5 fevereiro, 2015


5 músicas pra começar Fevereiro Motivado


A música sempre esteve muito presente nos nossos dias. Na corrida matinal, pela cidade ou na academia depois de um dia longo de trabalho. Música também é sinônimo de alegria e motivação!

 

Não há outra forma mais divertida e motivadora de começar Fevereiro com uma playlist pra dar aquele gás no treino. Confira as TOP 5 tracks do mês. Alguma delas está na sua playlist?

 

 

 

 

 

Playlist

Publicado em 3 fevereiro, 2015


Receita de vitamina anti-oxidante


Com a chegada do verão, receitas refrescantes são sempre bem vindas, ainda mais se essas receitas além de refrescantes também forem saudáveis!

A dica de hoje é uma vitamina anti-oxidante.

Confira os ingredientes:

- 1/2 copo de leite vegetal (exceto o de soja)
- 1/2 copo de água
- 2 col de sopa de abacate
- 1/2 banana
- 1 col de sopa de cacau em pó (ou whey protein/ proteína de arroz de qualidade sabor chocolate)
- 2 tâmaras sem caroço

Depois é só bater tudo liquidificador e servir!

Fernanda Scheer Nutricionista Funcional

http://www.fernandascheer.com.br

Alimentação, Bem Estar

Publicado em 30 janeiro, 2015


O guia para um bom ciclista urbano


foto: @rafawinicki

Como?

Pedalar pela cidade pode não ser tão simples quanto parece. Essa prática requer alguns cuidados indispensáveis aos ciclistas, e ao contrário do que muita gente pensa, andar de bike pela cidade não é pedir para se acidentar. Existem cuidados que podem te ajudar a alcançar um alto nível de segurança quando bater aquela vontade de pedalar nas ruas.

Não pedale na contra mão: Enxergar os carros enquanto pedala pode dar uma sensação de segurança, mas ela é ilusória. Acredite. Em uma colisão frontal por exemplo, o impacto é muito maior, sem contar que saídas de garagens, pedestres e motoristas só esperam veículos no sentido da via.

Não pedale nas calçadas: Muita gente acha que as calçadas são uma boa saída pra quem quer pedalar na cidade mas quer se ver livre de uma colisão com um carro. Nada disso! Alí é lugar de pedestres, e é preciso respeitar para ser respeitado.

Monitore sempre o trânsito: É muito importante ficar de olho no que acontece a sua volta, inclusive atrás de você enquanto você pedala. Olhar rapidamente por cima do ombro, mas sem descuidar do que está à sua frente, claro, é uma boa solução para isso.

Quando?

Pras atividades físicas em geral, não existe um melhor horário para praticá-las; para pedalar é a mesma coisa. Alguns preferem ir pela manhã e aproveitar a disposição do inicio do dia, alguns preferem reservar algumas horinhas durante a tarde, e tem até quem prefira fazer isso no período da noite. Depende muito da sua agenda e da sua disposição em determinados momentos do dia.

Embora não exista comprovação de que um horário seja melhor do que o outro, cada um conhece bem o seu relógio biológico, e sabe bem qual é aquela hora ideal para encarar a relação com o pedal.

Onde?

Os melhores lugares para pedalar em São Paulo:

Nem todo mundo sabe, mas a CET mantém em São Paulo um mapa atualizado com as ciclovias permanentes da cidade. Isso torna ainda mais fácil a missão de encontrar um lugar legal pra pedalar. Confira:

Tribus Adventure

http://www.tribusadventure.com/

Esportes

Publicado em 27 janeiro, 2015


Aprenda a comprar industrializados


 

Você sabe como comprar alimentos industrializados? Na maioria das vezes eles podem parecer bem simples e sem segredo, mas o grande engano está justamento aí. É muito importante ficar de olho na composição de cada alimento e na ordem que eles aparecem.

Por exemplo: um alimento que trás os ingredientes na ordem “açúcar, farinha, ovos…” indica que ele tem mais açúcar do que farinha, e mais farinha do que ovos.

Outra coisa muito importante é a data de validade, que pode não estar relacionada apenas à data que vem estampada no rótulo. Embalagens estufadas e produtos fermentados também podem indicar que ele está fora do prazo de validade ou apresenta alguma alteração.

Mais uma dica: durante o verão é indispensável ficar de olho nas embalagens de pão, que por conta da embalagem, tendem a proliferar fungos com mais facilidade.

Fernanda Scheer Nutricionista Funcional

http://www.fernandascheer.com.br

Alimentação, Bem Estar

Publicado em 19 janeiro, 2015


Sucos de caixinha x sucos naturais: conheça as diferenças


Não dá nem para comparar a qualidade de nutrientes presentes em um suco de caixinha e um suco natural!

Para entender melhor, faça o seguinte raciocínio: Imagine fazer um suco fresco e colocá-lo em uma caixa, mantendo sem refrigeração por meses.

Com certeza não há mais vida, enzimas e nutrientes nesses produtos, por isso mesmo são frequentemente acrescidos de vitaminas, o que não é a mesma coisa do que a vitamina na sua forma natural do alimento.

Isso não significa que não poderemos nunca tomar sucos de caixinha. Procure sempre por boas marcas e leia rótulos! Evite os produtos que tenham acréscimo de açúcar, espessantes, corantes e/ou conservantes.

E lembre-se: sempre que, embora seja muito gostoso, não devemos tomar muito suco (mesmo que natural). É muito mais saudável comer a fruta do que o suco.

 

Fernanda Scheer Nutricionista Funcional

http://www.fernandascheer.com.br

 

Alimentação, Beleza, Bem Estar

Publicado em 8 janeiro, 2015